FECHAR
FECHAR
10 de novembro de 2016
Voltar
Manutenção

Temperatura ideal de trabalho

Manutenção adequada do sistema de arrefecimento proporciona maior durabilidade e reduz o desgaste e a emissão de poluentes, melhorando o desempenho geral do motor

Composto por radiador, mangueiras, ventoinha, bomba d’água, vaso de expansão, válvula termostática, termômetro e uma mistura líquida de água e etileno glicol, o sistema de arrefecimento do motor é responsável por manter os diversos tipos de veículos, desde caminhões e tratores até máquinas pesadas, como retroescavadeiras e pás carregadeiras, por exemplo, numa temperatura ideal de trabalho. Isso proporciona maior durabilidade, menor desgaste, menos emissões de poluentes e melhor desempenho. Ao contrário, o mau funcionamento ou a manutenção inadequada desse sistema pode levar ao superaquecimento, que origina até 40% de todos os problemas do motor. Por isso, uma boa manutenção – deixando-o seus componentes sempre limpos e em prefeito funcionamento – é fundamental.

PRINCÍPIOS

Os objetivos do sistema de arrefecimento são os mesmos para carros e máquinas pesadas, ou seja, refrigerar os fluidos para manter uma determinada temperatura de trabalho do motor. As principais diferenças estão nas dimensões. Nos motores a diesel que movem os veículos pesados usados na construção e mineração, o radiador e o reservatório são maiores, assim como o volume do líquido de arrefecimento (água com glicol) circulando pelo motor. O tamanho e o perfil do rotor da bomba d’água também são diferentes, pois têm de manter uma vazão e pressão maiores.

Outra diferença está no design da hélice do radiador. Como as máquinas pesadas não atingem altas velocidades, sua ventilação frontal é menos eficiente em relação a de um automóvel, por exemplo. Por isso, necessitam de um design que succione um maior volume de massa de ar para assegurar a troca térmica. Além disso, nos veículos pesados, devido ao tipo de trabalho muitas vezes estacionário, o ventilador do radiador fica acionado durante todo o período de funcionamento do motor.

Também existem alguns diferentes tipos de acionamento da ventilação, que normalmente é mecânico ou hidráulico. Quando acionada hidraulicamente, essa ventoinha pode ter sua rotação proporcional à do motor ou, em alguns casos, sob demanda. Além disso, alguns equipamentos possuem a opção de reversão do sentido de ventilação, para ajudar na limpeza dos radiadores.

O próprio número de radiadores também difere. Além do sistema de arrefecimento do motor, há outros com a função de manter a temperatura de diversos fluidos, como, por exemplo, óleo hidráulico, ar que entrará no motor (intercooler), óleo de lubrificação da caixa de distribuição de potência do motor, condensador do ar condicionado, entre outros, que variam de acordo com o equipamento. Por isso, em algumas linhas de equipamentos foram desenvolvidos sistemas em cooling box – alternativa à montagem em sanduíche dos radiadores – e hélice reversível. Ambos são utilizados com grande eficiência no arrefecimento e autolimpeza dos radiadores.