FECHAR
27 de abril de 2021
Voltar

Motores da FPT asseguram energia em áreas remotas da Amazônia

Geradores alimentam 14 usinas de municípios ribeirinhos do Estado do Amazonas, levando energia e produtividade à região
Fonte: Assessoria de Imprensa

O fornecimento de energia em áreas remotas exige disponibilidade imediata, alimentação confiável e economia considerável de custos.

Se a missão for a Amazônia Brasileira, maior floresta tropical do mundo, conhecida pela biodiversidade, densidade e milhares de rios, o desafio é certo.
Experiente no segmento de energia há mais de três décadas, a FPT, marca da CNH Industrial produz os motores para geradores que alimentam 14 usinas de cidades ribeirinhas do Estado do Amazonas, assegurando força e produtividade.

Os geradores com motores FPT Industrial operam 24h por dia pela Oliveira Energia, produtora independente de energia na região amazônica.

A operação, que conta com o suporte de atendimento personalizado do Distribuidor Bamaq, demanda monitoramento constante e alto nível de eficiência dos motores FPT N45 e FPT N67, integrantes da consagrada Família NEF da FPT Industrial.

Eventuais manutenções nos locais demandam dias de planejamento, uma vez que não há estradas. Muitas das vezes as redes de energia atravessam matas fechadas e rios caudalosos.

“Precisamos de máquinas robustas e capazes de suportar as variações de energia. São condições adversas”, explica o gerente de Projetos e Serviços de Manuten&ccedi...


O fornecimento de energia em áreas remotas exige disponibilidade imediata, alimentação confiável e economia considerável de custos.

Se a missão for a Amazônia Brasileira, maior floresta tropical do mundo, conhecida pela biodiversidade, densidade e milhares de rios, o desafio é certo.
Experiente no segmento de energia há mais de três décadas, a FPT, marca da CNH Industrial produz os motores para geradores que alimentam 14 usinas de cidades ribeirinhas do Estado do Amazonas, assegurando força e produtividade.

Os geradores com motores FPT Industrial operam 24h por dia pela Oliveira Energia, produtora independente de energia na região amazônica.

A operação, que conta com o suporte de atendimento personalizado do Distribuidor Bamaq, demanda monitoramento constante e alto nível de eficiência dos motores FPT N45 e FPT N67, integrantes da consagrada Família NEF da FPT Industrial.

Eventuais manutenções nos locais demandam dias de planejamento, uma vez que não há estradas. Muitas das vezes as redes de energia atravessam matas fechadas e rios caudalosos.

“Precisamos de máquinas robustas e capazes de suportar as variações de energia. São condições adversas”, explica o gerente de Projetos e Serviços de Manutenção da Oliveira Energia, Heitor Cândido.

Neste cenário, a redução do consumo de combustível é primordial. Para garantir a máxima disponibilidade, os motores G-Drives trabalham na faixa ideal de desempenho.

“Controlamos, no nosso centro de monitoramento em Manaus, diversos parâmetros de funcionamento para cada tipo de motor. Os resultados nos surpreenderam positivamente”, aponta.

Um dos motores FPT N67 utilizados pela empresa geradora de energia comprova a durabilidade. O motor G-Drive instalado na usina de Sacambu superou as 7 mil horas de trabalho sem necessidade de qualquer intervenção, seguindo as revisões recomendadas para troca de óleo e filtros.

“São motores que não demandam nada além da manutenção preventiva. Por isso, temos um gerador trabalhando tantas horas, sem nenhuma surpresa”, atesta Cândido.

Somente no Amazonas são mais de 50 G-Drives FPT Industrial em operação nas usinas de Araras, Augusto Montenegro, Belo Monte, Caviana, Cucuí, Itapuru, Mocambo, Moura, Parauá, Pedras, Sacambu, Santana do Uatamã, Vila de Carvoeiro e Vila Urucurituba.