ABRIR
FECHAR
ABRIR
FECHAR
18 de fevereiro de 2020
Voltar

INOVAÇÃO

Fórum Econômico Mundial reconhece a Fendt como pioneira na Indústria 4.0

Marca pertencente à AGCO junta-se ao Global Lighthouse Network, exclusivo clube de apenas 44 empresas a nível mundial, sendo a única fabricante de maquinário agrícola membro da rede global de indústrias
Fonte: Assessoria de Imprensa

Na edição 2020 do Fórum Econômico Mundial (World Economic Forum), ocorrido em Davos, na Suíça, entre 21 e 24 de janeiro, a Fendt Factory Union – que incorpora as unidades fabris das cidades alemãs de Marktoberdorf e de Asbach-Bäumenheim – foram reconhecidas com o “Advanced 4th Industrial Revolution Lighthouse”.

Desta forma, a Fendt junta-se agora ao exclusivo clube de apenas 44 empresas a nível mundial: o Global Lighthouse Network.

As empresas integrantes do Global Lighthouse Network têm um papel influente na 4ª Revolução Industrial, também conhecida como Indústria 4.0, atualizando habilmente os seus processos de produção e utilizando análises de dados digitais, sistemas autônomos ou um nível particularmente elevada de agilidade.

“A marca da AGCO, a Fendt, é o único fabricante de maquinário agrícola membro desta rede de elevado calibre de empresas de indústria globais”, enfatiza Hans-Bernd Veltmaat, vice-presidente sênior e chefe de Supply Chain da AGCO.

“Este reconhecimento é uma prova das proezas de desenvolvimento da Fendt, bem como da sua liderança na produção de tratores. Com unidades fabris e produção de ponta, além de processos inteligentes, a Fendt e – e tamb&...


Na edição 2020 do Fórum Econômico Mundial (World Economic Forum), ocorrido em Davos, na Suíça, entre 21 e 24 de janeiro, a Fendt Factory Union – que incorpora as unidades fabris das cidades alemãs de Marktoberdorf e de Asbach-Bäumenheim – foram reconhecidas com o “Advanced 4th Industrial Revolution Lighthouse”.

Desta forma, a Fendt junta-se agora ao exclusivo clube de apenas 44 empresas a nível mundial: o Global Lighthouse Network.

As empresas integrantes do Global Lighthouse Network têm um papel influente na 4ª Revolução Industrial, também conhecida como Indústria 4.0, atualizando habilmente os seus processos de produção e utilizando análises de dados digitais, sistemas autônomos ou um nível particularmente elevada de agilidade.

“A marca da AGCO, a Fendt, é o único fabricante de maquinário agrícola membro desta rede de elevado calibre de empresas de indústria globais”, enfatiza Hans-Bernd Veltmaat, vice-presidente sênior e chefe de Supply Chain da AGCO.

“Este reconhecimento é uma prova das proezas de desenvolvimento da Fendt, bem como da sua liderança na produção de tratores. Com unidades fabris e produção de ponta, além de processos inteligentes, a Fendt e – e também as suas marcas associadas do Grupo AGCO – alcançam um modo de produção altamente variável e eficiente”, afirma.

Para continuar a atender à procura de alimentos e energia de uma população global em rápido crescimento, nas futuras gerações, as máquinas e sistemas agrícolas precisam trabalhar de maneira eficiente e lucrativa, além de se adaptar a uma variedade de utilizações.

Neste sentido, quase todos os tratores Fendt fabricados são uma unidade configurada individualmente.

Tais maquinários diferenciam-se em vários aspetos: desde o design da tomada hidráulica e diferentes tipos de sistema de travões até o equipamento especial na cabine.

A produção eficiente desses componentes ricos e variados, comenta Veltmaat, só é possível com o “VarioTakt”.

Este sistema de montagem altamente flexível significa que todas as nove séries de tratores Fendt – com todos os seus 38 modelos em todas as variantes de equipamentos – podem ser construídas conforme as especificações, mas também que cada combinação diferente sai exatamente da mesma linha de montagem.

“O nosso objetivo é construir 20 mil tratores até ao final deste ano”, conta Ekkehart Gläser, chefe de produção da AGCO/Fendt. “Este valor não tem precedentes em toda a história de produção de tratores Fendt, exigindo métodos de produção exclusivos para poder produzir máquinas de forma rápida, flexível e individual, de acordo com os desejos do cliente. E tudo isso com um excelente nível de qualidade”, ressalta.

O World Economic Forum reúne-se anualmente em Davos para discutir e promover desenvolvimentos econômicos e políticos em todo o mundo.

Os fóruns de alto nível também deram origem à Global Lighthouse Network, um projeto estabelecido como uma plataforma de intercâmbio para a indústria, reunindo uma comunidade de 44 empresas proeminentes do cenário da produção.

O objetivo da rede é discutir e ampliar novas tecnologias, inovações e métodos de digitalização e da Indústria 4.0.