29 de janeiro de 2014 - 05h36

Crescimento da construção civil requer mais treinamento e fiscalização

Segundo estatísticas do Ministério da Previdência Social, somente em 2012, foram registrados mais de 62 mil acidentes de diferentes gravidades

Fonte: Assessoria de Imprensa

A construção civil possui grande importância na geração de empregos no país e, nos últimos anos, houve um crescimento acelerado no setor. Porém, este grande desenvolvimento foi acompanhado pelo aumento do número de acidentes de trabalho e de morte de operários.

De acordo com estatísticas do Ministério da Previdência Social, somente em 2012, foram registrados mais de 62 mil acidentes de diferentes gravidades. No estado de São Paulo, segundo dados do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil (Sintracon-SP), a alta do número de mortes em 2013 foi significativa – 24 casos, contra apenas sete em 2012.

Segundo o advogado Mauro Scheer Luís, além da existência de muitas obras clandestinas, a improvisação presente na construção civil e a frequente terceirização dos serviços agravam o problema, como tem ocorrido em diversos tipos de construções, incluindo as obras realizadas para os grandes eventos esportivos que o Brasil sediará.

“Embora haja inúmeras inovações tecnológicas no setor, até este fator se tornou um problema, já que os trabalhadores, muitas vezes, não estão qualificados para operar equipamentos de última geração”, reforça o advogado.

Segundo o advogado, para que estes números de acidentes diminuam é preciso respeitar as normas regulamentadoras existentes, com maior fiscalização.

 

 

HOME | QUEM SOMOS | ASSOCIADOS | FALE CONOSCO | MEU CADASTRO