FECHAR
FECHAR
12 de dezembro de 2018
Voltar

Tendências

Cresce o uso de plataformas de trabalho aéreo na construção

Segundo Rafael Antonio, responsável pelo pós-venda da Genie, da Terex, a demanda por novidades nesse segmento continua grande
Fonte: Assessoria de Imprensa

O crescimento do estoque de plataformas de trabalho aéreo (PTAs) no Brasil foi impressionante nas últimas décadas.

"Em 2006, tínhamos 1490 unidades; em 2018, o mercado acumula mais de 38 mil”, conta Rafael Antonio, responsável pelo pós-venda da Genie, da Terex, em palestra da Arena de Conteúdo da M&T Expo 2018, evento realizado entre os dias 26 e 29 de novembro em São Paulo.

Segundo o palestrante, a demanda por novidades nesse segmento continua grande. Já estão disponíveis, por exemplo, equipamentos com dois envelopes de trabalho (chamados de Xtra Capacity), que possibilitam a operação com alturas e capacidade de cargas diferentes, e sistemas de conexão com softwares de telemetria. Além disso, a empresa promete para 2019 um lift guard para tesouras.

Antonio destacou a plataforma telescópica motorizada Z60-FE como exemplo da evolução das PTAs nos últimos 20 anos.

Ele apontou o equipamento como exemplo de eco-friendly por apresentar uma tecnologia híbrida dotada de um banco de baterias elétricas que alimentam o módulo de trabalho e os motores. A plataforma atinge até 20,16 metros de altura de trabalho e carrega até 227 kg.