FECHAR
FECHAR
26 de maio de 2020
Voltar

EMPRESAS

XCMG chega entre quatro maiores do mundo da Yellow Table 2020

As 50 principais empresas listadas na Yellow Table 2020 representam uma receita total de mais de US$ 200 bilhões em 2019 – um aumento de 10% em comparação a 2018
Fonte: Assessoria de Imprensa

Com receita de US$ 11,162 bilhões, a XCMG alcançou a quarta colocação no ranking das 50 maiores fabricantes de equipamentos de construção do mundo, de acordo com a Yellow Table 2020, publicada pela editora britânica KHL Group. A XCMG mais uma vez lidera o crescimento entre as fabricantes chinesas da lista.

As 50 principais empresas listadas na Yellow Table 2020 representam uma receita total de mais de US$ 200 bilhões em 2019 – um aumento de 10% em comparação a 2018.

Os últimos dados revelados pelo KHL Group mostraram que enquanto houve muita volatilidade no mercado global de máquinas de construção, as marcas da China estão se tornando fontes de crescimento cada vez mais importantes.

Empresas da lista de 2020 com sede na China alcançaram US$ 36 bilhões, o que equivale a 17,7% da receita total de 50 marcas.

Em 2019, a Iniciativa 'Cinturão e Estrada' estimulou as exportações da China de máquinas e equipamentos de construção, a recuperação econômica global também gerou crescente demanda no mercado de máquinas de construção, enquanto fatores como o alto crescimento de investimentos em infraestrutura doméstica, aumento na demanda por equipamento de reposição e recuperação da indú...


Com receita de US$ 11,162 bilhões, a XCMG alcançou a quarta colocação no ranking das 50 maiores fabricantes de equipamentos de construção do mundo, de acordo com a Yellow Table 2020, publicada pela editora britânica KHL Group. A XCMG mais uma vez lidera o crescimento entre as fabricantes chinesas da lista.

As 50 principais empresas listadas na Yellow Table 2020 representam uma receita total de mais de US$ 200 bilhões em 2019 – um aumento de 10% em comparação a 2018.

Os últimos dados revelados pelo KHL Group mostraram que enquanto houve muita volatilidade no mercado global de máquinas de construção, as marcas da China estão se tornando fontes de crescimento cada vez mais importantes.

Empresas da lista de 2020 com sede na China alcançaram US$ 36 bilhões, o que equivale a 17,7% da receita total de 50 marcas.

Em 2019, a Iniciativa 'Cinturão e Estrada' estimulou as exportações da China de máquinas e equipamentos de construção, a recuperação econômica global também gerou crescente demanda no mercado de máquinas de construção, enquanto fatores como o alto crescimento de investimentos em infraestrutura doméstica, aumento na demanda por equipamento de reposição e recuperação da indústria de mineração, tudo isso contribuiu para o rápido, embora estável, desenvolvimento da indústria de máquinas de construção da China.

"A XCMG sempre enfatizou a chegada ao topo do Everest como a principal aspiração da empresa, o que é demonstrado com a conquista de avanços tecnológicos contínuos, expansão global sustentada por qualidade de produto, marketing e serviços", disse Wang Min, presidente da XCMG.

De acordo com Min, a XCMG detém agora quase 1.000 tecnologias principais, 32% das quais, tecnologias inéditas. Seu sucesso no setor de equipamentos de supertonelagem é uma das chaves para manter-se forte no mercado internacional, a exemplo do guindaste sobre esteiras de 4.000 toneladas, XGC88000, o guindaste número um do mundo, que estabeleceu diversos recordes mundiais.

Dez anos atrás, marcas chinesas de máquinas de construção contribuíam somente com 2% a 5% das vendas externas. À medida que a China transforma-se rumo à produção voltada à qualidade, a cifra agora aumentou para 30%.

"A estratégia da XCMG em meio a esta transformação industrial é um foco em alta qualidade, alta eficiência, alto valor e sustentável. Queremos criar um novo caminho que contribua para o desenvolvimento de alta qualidade do setor de produção e da economia", comenta Min.

A nova geração da XCMG de produtos está trabalhando em projetos globais de construção, a exemplo da construção do estádio da Copa do Mundo da FIFA Qatar 2022™ (FIFA World Cup Qatar 2022™), da ferrovia Mombasa-Nairobi de 480 km e o maior projeto de refinaria Dangote da África.

Em todo o mundo, a XCMG possui agora quatro centros de pesquisa e desenvolvimento no exterior, 15 bases de produção, fábricas de montagem (KD, em inglês) ou joint ventures, 70 subsidiárias e escritórios e mais de 300 revendedores.

“A fabricante é a exportadora número um da China de equipamentos de construção, mantendo este título já há 31 anos consecutivos”, finaliza.