FECHAR
FECHAR
08 de abril de 2019
Voltar

INDÚSTRIA

Termomecanica ultrapassa a marca de 100 ligas de cobre

As aplicações do cobre são as mais diversas e atendem as demandas específicas de segmentos altamente exigentes, como a indústria aeroespacial, naval e automotiva, além de aplicações em novas tecnologias das energias renováveis e de eletromobilidade
Fonte: Assessoria de Imprensa

Como reflexo dos constantes investimentos em inovação e inciativas de pesquisa e desenvolvimento, a Termomecanica ultrapassa, em 2019, a marca de 100 ligas de cobre disponíveis em seu portfólio, incluindo as linhas que são padrão de fabricação e também as especiais produzidas sob demanda.

Devido à complexidade dos processos de fabricação, esse volume de ligas de cobre fabricadas é um grande marco para a companhia, referência na América Latina pela capacidade produtiva desse tipo de material.

A maioria dessas ligas foi desenvolvida com base em demandas conhecidas de mercado e além de suprir o consumo interno, contribuem de maneira estratégica para a expansão da Termomecanica globalmente.

“Desde seu início a TM executa serviços sob encomenda. Por seu espírito inovador, o fundador Salvador Arena, assumia pedidos de peças ou equipamentos com características especiais, muitas vezes pela satisfação de superar os limites da tecnologia. Com isso, a empresa adquiriu muita capacidade técnica que permite até hoje desenvolver novas ligas”, explica Luiz Henrique Caveagna, diretor industrial da Termomecanica.

O cobre é um metal altamente versátil e que entrega, quando cuidadosamente fabricado e controlado, uma série de propriedades mecânicas únicas, como, por exemplo, combinações com elevada resistência mecânica e condutibilidade elétrica, além de alta capacidade de resistência à corrosão nos mais diferentes meios, bem como ação bactericida.

Desta forma, comenta Caveagna, as aplicações das ligas de Cobre especiais são as mais diversas e atendem as demandas específicas de mercados altamente exigentes, como a indústria aeroespacial, naval, automotiva e de defesa.

“Existe atenção especial também para os produtos voltados às novas tecnologias das energias renováveis e eletromobilidade.”