FECHAR
FECHAR
12 de junho de 2018
Voltar

Artigos

Segmento de Pesados registra bons resultados

O setor de Leves também teve o melhor maio desde 2016; Volume de emplacamentos segue em recuperação com resultado de janeiro a maio 55,58% superior ao mesmo período de 2017
Fonte: Assessoria de Imprensa

O mercado de implementos rodoviários do segmento Pesado (Reboques e Semirreboques) registrou em maio de 2018 seu melhor desempenho desde maio de 2015.

De acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir), no mês passado, a indústria emplacou 3.541 unidades ante 2.390 produtos em maio de 2015.

No segmento de Leves (Carroceria sobre chassis) maio de 2018 foi o melhor maio desde 2016. No mês passado os fabricantes de implementos rodoviários entregaram ao mercado 3.401 produtos contra 3.071 unidades em maio de 2016.

No acumulado geral do ano, a indústria de implementos registrou desempenho positivo. De janeiro a maio de 2018 foram entregues ao mercado 31.532 produtos ante 20.268 unidades distribuídas no mesmo período de 2017. Isso representa crescimento de 55,58%.

“Temos um movimento bastante consistente de recuperação de mercado apesar de a economia não dar sinais uniformes de crescimento”, afirma Norberto Fabris, presidente da Anfir.

Para a entidade, o sinal mais claro está no desempenho do segmento de Carroceria sobre chassis. Em cinco meses de 2018 a indústria entregou 15.842 produtos ante 11.614 unidades de janeiro a maio do ano passado.

O resultado é uma variação positiva de 36,4%. “Os implementos rodoviários dessa fatia de mercado são destinados majoritariamente a operações logísticas urbanas”, explica Fabris. “Sem o aquecimento devido no mercado consumidor nas cidades as vendas no segmento tendem a se recuperar em ritmo menor”.

Já o desempenho no segmento de Reboques e Semirreboques segue em ritmo elevado.

De janeiro a maio a indústria entregou ao mercado 15.690 produtos enquanto que no mesmo período de 2017 foram distribuídas 8.654 unidades. Com isso o desempenho positivo registrado foi de 81,3%.

“O segmento se beneficia da retomada que acontece em outros setores industriais e em especial no agronegócio”, explica Mario Rinaldi, diretor executivo da Anfir.

Produção editorial: Revista M&T – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral