FECHAR
FECHAR
06 de março de 2018
Voltar

Agronegócio

Randon aposta no setor sucroenergético com nova fábrica em Araraquara

O espaço conta com 122 hectares de área total, dos quais 25 mil m² serão ocupados pela fábrica, área administrativa e apoio
Fonte: Cana Online

Um cenário mais otimista para a agroindústria canavieira já começa a resultar em investimentos para o segmento.

Prova disso é a fabricante de reboques e semirreboques, a Randon S.A. Implementos e Participações (Randon Implementos) que inaugurará, em março, uma nova planta em Araraquara, SP, voltada a atender o setor sucroenergético.

Com 122 hectares de área total, dos quais 25 mil m² serão ocupados pela fábrica, área administrativa e apoio, o projeto completo contempla, inicialmente, investimentos da ordem de R$ 100 milhões em obras físicas e equipamentos.

“Araraquara se mostrou muito atraente por várias razões que atendiam aos interesses de expansão da companhia. Uma delas foi a localização estratégica, no centro do estado de São Paulo, o que nos dará ganhos em termos de logística para o pleno atendimento aos mercados”, afirma Alexandre Gazzi, diretor de operações das montadoras das empresas Randon.

“A estrutura rodoferroviária foi outra condição importante que consideramos na escolha, além da disponibilidade de mão de obra”, comenta Gazzi.

De acordo com o executivo, o projeto de expansão para Araraquara começou em 2012, com a assinatura do Protocolo de Intenções com a Prefeitura de Araraquara e Memorando de Entendimentos com o Governo do estado de São Paulo, através da Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade – Investe São Paulo.

Com previsão inicial de ser inaugurada no final de 2017, a obra foi paralisada devido à crise no setor.

“Após o lançamento da pedra fundamental, em 31 de outubro de 2014, teve início uma profunda crise no setor de veículos comerciais. Mas, estamos confiantes de que teremos pleno êxito em mais este empreendimento, que foi muito bem planejado e que tem todas as condições para alcançar as metas estabelecidas”, declara.

Inicialmente, afirma o executivo, o plano é fabricar semirreboques canavieiros e, no decorrer de 2018, também ingressar na fabricação de vagões ferroviários dos modelos Hopper e Gôndola..

“Também está nos planos fabricarmos outros modelos de implementos rodoviários para atender melhor o mercado da região”, finaliza.

A unidade industrial de Araraquara será a quinta da companhia, que tem sede em Caxias do Sul, RS.

As outras plantas ficam em Chapecó, SC, na cidade de Rosário, província de Santa Fé, na Argentina, e uma unidade no Peru, projeto iniciado em 2017, em parceria com a Epysa.

Produção editorial: Revista M&T – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral