FECHAR
FECHAR
24 de agosto de 2016
Voltar

Técnicas

NLMK iniciará operação no Peru em setembro

O escritório, que será localizado em Lima, tem o objetivo de impulsionar a competitividade no mercado de aço peruano com alto valor agregado
Fonte: Assessoria de Imprensa

A NLMK Group, fabricante russa de aço irá anunciar o início de suas atividades no Peru, durante a Expomina, maior feira de mineração internacional, que será realizada de 14 a 16 de setembro, em Lima, no Peru.

Com o escritório comercial no Peru, a NLMK irá fortalecer sua posição tanto no mercado peruano, como na América do Sul, além de aumentar as vendas de chapas de alta resistência para o mercado de mineração peruano.

“Temos essa expectativa porque nossos produtos vêm ao encontro da necessidade do mercado atualmente, que é reduzir custo e aumentar qualidade”, afirma Paulo Seabra, diretor geral da NLMK América do Sul.

Seabra explica que a empresa contará com estoque nacionalizado, por isso, garantirá faturamento imediato em até 48 horas para todo o País. “Fizemos um investimento grande para garantir um estoque com chapas armazenadas para pronta entrega, com nota fiscal do Peru e frete incluso”, destaca Seabra.

A empresa russa tem como meta conquistar 30% do market share peruano em cinco anos.

A sucursal peruana irá oferecer produtos Premium — alta resistência ao desgaste Quard e chapas estruturais com alto limite de escoamento Quend — para fabricação de equipamentos submetidos a severas aplicações como em mineração e construção.

O uso do Quard e Quend, explica Seabra, vai permitir ao maquinário das fábricas peruanas uma significante melhora no desempenho operacional...


A NLMK Group, fabricante russa de aço irá anunciar o início de suas atividades no Peru, durante a Expomina, maior feira de mineração internacional, que será realizada de 14 a 16 de setembro, em Lima, no Peru.

Com o escritório comercial no Peru, a NLMK irá fortalecer sua posição tanto no mercado peruano, como na América do Sul, além de aumentar as vendas de chapas de alta resistência para o mercado de mineração peruano.

“Temos essa expectativa porque nossos produtos vêm ao encontro da necessidade do mercado atualmente, que é reduzir custo e aumentar qualidade”, afirma Paulo Seabra, diretor geral da NLMK América do Sul.

Seabra explica que a empresa contará com estoque nacionalizado, por isso, garantirá faturamento imediato em até 48 horas para todo o País. “Fizemos um investimento grande para garantir um estoque com chapas armazenadas para pronta entrega, com nota fiscal do Peru e frete incluso”, destaca Seabra.

A empresa russa tem como meta conquistar 30% do market share peruano em cinco anos.

A sucursal peruana irá oferecer produtos Premium — alta resistência ao desgaste Quard e chapas estruturais com alto limite de escoamento Quend — para fabricação de equipamentos submetidos a severas aplicações como em mineração e construção.

O uso do Quard e Quend, explica Seabra, vai permitir ao maquinário das fábricas peruanas uma significante melhora no desempenho operacional e ambiental de seus produtos, reduzindo o peso dos componentes das máquinas sem perder resistência.

Com a inauguração no Peru, a NLMK passa a contar com 14 escritórios internacionais, localizados em 10 países por 3 continentes, com a  função de vender produtos da companhia e processar o aço para que se adeque aos requisitos do cliente.

Em 2012, a NLMK abriu serviços e escritórios em Mumbai, no Estado da Pennsylvania nos Estados Unidos e em Singapura.