FECHAR
16 de abril de 2019
Voltar

EMPRESAS

Niveladoras de docas auxiliam o desempenho no processo de carga e descarga

No mercado estão disponíveis diferentes modelos de niveladores, como os eletrohidráulicos e os manuais
Fonte: Assessoria de Imprensa

Existem alguns produtos que surgiram para facilitar o trabalho, fornecendo segurança e garantindo a potencialização dos processos industriais.

Entre eles estão os niveladores de docas, que são essenciais para o desempenho máximo das atividades diárias e que também ajudam a otimizar o processo de carga e descarga dentro das indústrias.

No mercado estão disponíveis diferentes modelos, como os eletrohidráulicos e os manuais, mas, na hora de optar por um ou por outro, ainda surgem questões sobre qual modelo utilizar.

“Tudo está relacionado à demanda e tipo de operação da empresa. Para locais em que há um grande tráfego de carga e descarga, é indicada a instalação de niveladoras eletrohidráulicas, já que, com este modelo, não há a necessidade de aplicação de força manual”, explica Giordania Tavares, diretora executiva da Rayflex, empresa especialista no mercado nacional de portas rápidas e de soluções para indústrias.

“Em uma operação com grande fluxo de movimentos repetitivos, há também um constante risco à saúde do trabalhador que aplica o esforço no procedimento de carga e descarga de produtos”, destaca a executiva.

Apesar de parecerem pequenas, as niveladoras são itens obrigatórios por exigência do Ministério do Trabalho e servem de ponte quando há variação da altura, ou desnível, entre o piso e o baú do caminhão.

“São equipamentos indispensáveis, pois trazem mais segurança para as operações. Além disso, as niveladoras não necessitam de nenhum cuidado em especial, apenas a manutenção preventiva que deve ser feita para todos os equipamentos, para prolongar sua vida útil”, afirma Giordania.

A Rayflex fornece os dois tipos de niveladora: a manual e a eletrohidráulica e possui em sua carteira grandes empresas como o grupo Pão de Açúcar, Bimbo, JBS, Seara e Boehringer.

“Nosso grande diferencial são os dispositivos de segurança desses produtos como, por exemplo,  a parada de emergência, que faz com que o movimento da niveladora seja imediatamente interrompido caso haja queda de energia, em caso de sobrecarga no equipamento ou acidentalmente o conjunto hidráulico for ativado por ruptura ou bloqueio das mangueiras hidráulicas, e também o dispositivo antiqueda, caso o caminhão sai ainda com o equipamento em operação, a niveladora irá permanecer na posição que estava apoiada no caminhão”, comenta a executiva.