FECHAR
FECHAR
16 de junho de 2020
Voltar

EMPRESAS

Liebherr USA conta com nova sede

Com investimento de de US$ 60 milhões, expansão da sede em Newport News inclui escritórios, reparo de armazém e equipamentos, além de oficina de manutenção
Fonte: Assessoria de Imprensa

A Liebherr USA, no início do mês de abril mudou-se para uma sede recém-expandida. As novas instalações abrigam funcionários que trabalham em administração, finanças, recursos humanos, vendas, tecnologia da informação, marketing, suporte e distribuição de produtos para nove unidades de produtos diferentes.

A mudança, conduzida com medidas aprimoradas de limpeza e distanciamento social para garantir a saúde e a segurança dos funcionários, contratados e comunidade local, encerra uma jornada iniciada em julho de 2018, quando membros da família Liebherr, executivos da empresa e autoridades da cidade de Newport News abriram caminho para o projeto.

A Liebherr abriu seus negócios nos Estados Unidos há 50 anos, mais precisamente em 6 de outubro de 1970.

O prédio da administração de quatro andares existente desde o início estava 100% ocupado. O espaço agora alojará funcionários da Liebherr Mining Equipment Newport News.

A mudança para o novo campus ocorre quando a empresa completa 71 anos de negócios.

Aproximadamente 500 pessoas trabalham na sede da Liebherr em Newport News. Muitos deles agora estão trabalhando no novo escritório, oficina e instalações de armazenamento.

“Além de invest...


A Liebherr USA, no início do mês de abril mudou-se para uma sede recém-expandida. As novas instalações abrigam funcionários que trabalham em administração, finanças, recursos humanos, vendas, tecnologia da informação, marketing, suporte e distribuição de produtos para nove unidades de produtos diferentes.

A mudança, conduzida com medidas aprimoradas de limpeza e distanciamento social para garantir a saúde e a segurança dos funcionários, contratados e comunidade local, encerra uma jornada iniciada em julho de 2018, quando membros da família Liebherr, executivos da empresa e autoridades da cidade de Newport News abriram caminho para o projeto.

A Liebherr abriu seus negócios nos Estados Unidos há 50 anos, mais precisamente em 6 de outubro de 1970.

O prédio da administração de quatro andares existente desde o início estava 100% ocupado. O espaço agora alojará funcionários da Liebherr Mining Equipment Newport News.

A mudança para o novo campus ocorre quando a empresa completa 71 anos de negócios.

Aproximadamente 500 pessoas trabalham na sede da Liebherr em Newport News. Muitos deles agora estão trabalhando no novo escritório, oficina e instalações de armazenamento.

“Além de investir em pesquisa e design de tecnologia de ponta, temos um foco de longo prazo enquanto observamos nossos negócios e o relacionamento com nossos clientes. Assim, queremos crescer juntos e nosso novo espaço é a evidência dessa abordagem”, afirma Torben Reher, diretor administrativo da Liebherr USA.

Segundo Reher, a nova sede ajudará a Liebherr a atender melhor os clientes em todas as divisões de várias maneiras.

A primeira é aumentar significativamente as operações de produção de bombas de concreto e a capacidade de reparo de guindastes móveis e de esteiras, bem como de equipamentos de construção.

“Por exemplo, agora poderemos fazer alinhamentos de lança para guindastes móveis de até 750 toneladas. Além disso, o novo local estará muito mais próxima de nossos muitos clientes na região Nordeste, o que levará a menores custos logísticos”, disse Reher.

O novo espaço também está equipado para lidar com o crescente número de equipamentos de terraplenagem.

"Tivemos um crescimento substancial nessa área nos últimos anos e, portanto, investimos em nossa infraestrutura interna para acompanhar a demanda".

Segundo Reher, a nova sede ajudará a Liebherr a atender melhor os clientes em todas as divisões de várias maneiras.

“Com o novo local aumentaremos significativamente as operações de produção de bombas de concreto e a capacidade de reparo de guindastes móveis e de esteiras, bem como de equipamentos de construção”, diz.