FECHAR
FECHAR
10 de março de 2020
Voltar

TENDÊNCIAS

Especialistas debatem a importância da sustentabilidade do meio ambiente

Durante o BW Talks, evento realizado no Instituto de Engenharia, na capital paulista, especialistas apresentaram temas que farão parte dos Núcleos Temáticos da BW Expo 2020
Fonte: Redação M&T

Com o objetivo de debater temas que serão apresentados durante a BW Expo 2020 – 3ª Biosphere World – Expo e Summit de Tecnologias para a Sustentabilidade do Meio Ambiente, que aconetecerá entre os dias 6 e 8 de outubro de 2020, foi realizado na semana passada o BW Talks.

Durante o evento, que aconteceu no Instituto de Engenharia, na capital paulista, especialistas apresentaram temas que farão parte dos Núcleos Temáticos da BW Expo 2020.

O primeiro assunto debatido durante o BW Talks foi sobre a Conservação dos Recursos Hídricos, tema este proferido por Ana Luiza Fávaro, sócia Fundadora e Diretora Técnica da área de Biologia na Acqua Expert Engenharia Ambiental.

A bióloga enfatizou sobre a importância da água doce para a população e o quanto as pessoas dependem desse bem.

De acordo com Ana Luiza, uma em cada seis pessoas no planeta não tem acesso à água potável, ou seja, 15% da população mundial. Além disso, dois bilhões de pessoas morrem em áreas secas do planeta devido à escassez de água severa.

“Em 2016, a ONU estimou que 2/3 do planeta terra sofreria com stress hídrico, que pode se ocasionado por consumo excessivo de água, poluição por lançamento de esgoto e lixo, polui&cc...


Com o objetivo de debater temas que serão apresentados durante a BW Expo 2020 – 3ª Biosphere World – Expo e Summit de Tecnologias para a Sustentabilidade do Meio Ambiente, que aconetecerá entre os dias 6 e 8 de outubro de 2020, foi realizado na semana passada o BW Talks.

Durante o evento, que aconteceu no Instituto de Engenharia, na capital paulista, especialistas apresentaram temas que farão parte dos Núcleos Temáticos da BW Expo 2020.

O primeiro assunto debatido durante o BW Talks foi sobre a Conservação dos Recursos Hídricos, tema este proferido por Ana Luiza Fávaro, sócia Fundadora e Diretora Técnica da área de Biologia na Acqua Expert Engenharia Ambiental.

A bióloga enfatizou sobre a importância da água doce para a população e o quanto as pessoas dependem desse bem.

De acordo com Ana Luiza, uma em cada seis pessoas no planeta não tem acesso à água potável, ou seja, 15% da população mundial. Além disso, dois bilhões de pessoas morrem em áreas secas do planeta devido à escassez de água severa.

“Em 2016, a ONU estimou que 2/3 do planeta terra sofreria com stress hídrico, que pode se ocasionado por consumo excessivo de água, poluição por lançamento de esgoto e lixo, poluição por despejos industriais e poluição por agrotóxicos e fertilizantes”, diz.

Yuri Schmitke Almeida Belchior Tisi, palestrante e autor de diversos artigos e pareceres jurídicos no âmbito do Direito de Energia Elétrica, falou sobre como transformar o lixo e os resíduos em energia e materiais úteis para os processos produtivos.

De acordo com o especialista, o setor de resíduos é responsável por aproximadamente 11% do total de gases de efeito estufa emitidos na atmosfera. O metano CH4 emitido é 25 vezes mais nocivo que o gás carbônico (CO2).

Durante a exposição, Tisi enfatizou sobre o tratamento térmico de resíduos, conhecido como usinas Waste-To-Energy (WTE), que é um importante fator para a gestão sustentável dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU).

“Segundo a Climate Bonds Initiative – CBI, o Brasil possui um potencial para investir até 145 bilhões de dólares nos próximos 12 anos em tratamento térmico de resíduos”, diz.

Outro tema debatido durante o BW Talks foi a respeito da Economia Circular, apresentado por Ian McKee, diretor do Instituto Ecozinha.

A economia circular, explica, consiste em buscar recuperar, de uma forma geral, resíduos orgânicos, produtos e embalagens pós-consumo, fabricar ou transformar e recuperar novamente.

No segmento do Agronegócio Sustentável, Lucas Henrique Ribeiro, Gerente de Sustentabilidade da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), falou a respeito do equilíbrio da produção agrícola com o meio ambiente.

Ribeiro apresentou sobre a importância do agronegócio para a econômica nacional, representando 23,5% do PIB brasileiro, de acordo com dados de 2018, respondendo a 42% das exportações, além de enfatizar sobre as mudanças do setor e a necessidade em buscar medidas sustentáveis.

“O consumidor atual não está buscando consumir apenas aquilo que interessa, ele quer saber se a carne consumida, os grãos adquiridos são de fazendas certificadas, que respeitam as normas ambientais e isso tudo impacta em toda cadeia e o agronegócio deve se adequar a essas necessidades”, diz.
Para finalizar o evento, Monica Saraiva Panik, especialista na área de estratégia e desenvolvimento de novos negócios e gerenciamento de projetos nas áreas de hidrogênio e célula a combustível, abordou sobre um tema inovador, como o uso do hidrogênio como fonte de energia, atuando na descarbonização do planeta.

Segundo Monica, para atingir o objetivo do Acordo de Paris em manter o aumento da temperatura média global abaixo de 2ºC, será necessário descarbonizar grande parte do sistema energético mundial.

“Para tanto, uma quantidade significativa de fontes renováveis de energia precisa ser instalada e integrada, e setores que demandam energia, como o transporte e a indústria precisam ser descarbonizados em grande escala”, explica.

A BW Expo e Summit 2020 é considerado o único evento multidisciplinar do mercado focado em tecnologias direcionadas à sustentabilidade do meio ambiente.

Organizado pela Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração, o evento conta com um formato inovador, composto por uma exposição com empresas que fornecem tecnologias na forma de equipamentos, produtos e serviços voltados para a redução do impacto ambiental.

Segundo Afonso Mamede, presidente da Sobratema, é preciso realizar ações em relação ao meio ambiente, pois os indicadores ambientais continuam surpreendendo e os desastres enfrentados nos últimos anos, não deixam dúvidas que a sociedade, as empresas e os governos passaram da hora de agir.

“Acredito que a tecnologia é uma ferramenta que pode ser utilizada para estancar os processos de degradação ambiental do nosso planeta”, comenta.

De acordo com Mamede, a BW Expo é uma oportunidade para o compartilhamento de tecnologias e inciativas inspiradoras capazes de contribuir para o desenvolvimento de ações e projetos mais sustentáveis para as empresas que contribuirão para o futuro do planeta.

Confira a matéria completa na edição de abril da Revista M&T.