FECHAR
FECHAR
09 de junho de 2020
Voltar

RESULTADOS

Emplacamentos de implementos rodoviários têm retração de 20%

Retração de janeiro a maio de 2020 no segmento de Reboques e Semirreboques foi de 21,46% e no de Carroceria sobre chassis de 18,54%
Fonte: Assessoria de Imprensa

O total de implementos rodoviários emplacados de janeiro a maio de 2020 ficou 20% abaixo do volume apurado no mesmo período de 2019.

“A situação de retração da atividade econômica causada pela pandemia não deve ser revertida este ano porque a reativação da economia não será no mesmo ritmo de sua queda”, explica Norberto Fabris, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir).

O mercado de agronegócio deverá contribuir para reduzir as perdas no ano. “O setor é bastante representativo no faturamento da indústria de implementos rodoviários sendo responsável por aproximadamente um terço de nossas vendas“, diz. Segundo o IBGE-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o agronegócio brasileiro registrou crescimento no primeiro trimestre de 2020 de 1,9%.

Segmentos
O segmento de Reboques e Semirreboques registrou queda de janeiro a maio de 2020 de 21,46% com relação ao mesmo período do ano passado. Em cinco meses o setor distribuiu ao mercado 20 mil unidades ante 25,6 mil em 2019.

No segmento de Carroceria sobre chassis a retração de mercado foi de 18,54%. De janeiro a maio de 2020 foram emplacados 17 mil produtos contra 21 mil unidades em igual per&iacu...


O total de implementos rodoviários emplacados de janeiro a maio de 2020 ficou 20% abaixo do volume apurado no mesmo período de 2019.

“A situação de retração da atividade econômica causada pela pandemia não deve ser revertida este ano porque a reativação da economia não será no mesmo ritmo de sua queda”, explica Norberto Fabris, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir).

O mercado de agronegócio deverá contribuir para reduzir as perdas no ano. “O setor é bastante representativo no faturamento da indústria de implementos rodoviários sendo responsável por aproximadamente um terço de nossas vendas“, diz. Segundo o IBGE-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o agronegócio brasileiro registrou crescimento no primeiro trimestre de 2020 de 1,9%.

Segmentos
O segmento de Reboques e Semirreboques registrou queda de janeiro a maio de 2020 de 21,46% com relação ao mesmo período do ano passado. Em cinco meses o setor distribuiu ao mercado 20 mil unidades ante 25,6 mil em 2019.

No segmento de Carroceria sobre chassis a retração de mercado foi de 18,54%. De janeiro a maio de 2020 foram emplacados 17 mil produtos contra 21 mil unidades em igual período de 2019.