FECHAR
FECHAR
20 de novembro de 2018
Voltar

Empresas

CNH Industrial recebe embaixadores na fábrica da Iveco Veículos de Defesa em Sete Lagoas

Comitiva conheceu o blindado Guarani, produzido para o Exército Brasileiro
Fonte: Assessoria de Imprensa

A CNH Industrial recebeu no mês de novembro a visita de embaixadores e adidos militares na fábrica da Iveco Veículos de Defesa, em Sete Lagoas.

A comitiva conheceu toda a linha de produção do blindado Guarani e participou de uma demonstração dinâmica na pista de testes.

Durante a visita, Humberto Spinetti, diretor da Iveco Veículos de Defesa para a América Latina, destacou a importância do negócio e da parceria com o Exército Brasileiro e reforçou a experiência e o comprometimento no desenvolvimento de veículos blindados e multifuncionais para atividades militares e de defesa.

“Investimos para oferecer as melhores soluções a nossos clientes e o Guarani é um exemplo. Para isso, todos os Centros de Pesquisa e Desenvolvimento da CNH Industrial, não só da América Latina, trabalham em completa sinergia”, explica.

As autoridades fizeram uma visita guiada por toda a linha de montagem do VBTP-MR Guarani, acompanhando as etapas de produção.

Eles começaram pela funilaria, passaram pela soldagem do aço balístico – que envolve profissionais especializados em soldas especiais e mais minuciosas –  e pelo setor de montagem da carcaça do blindado. Por fim, conheceram o processo de finalização da pintura do veículo.

Os embaixadores e demais autoridades também tiveram a oportunidade de conhecer a pista de teste exclusiva para veículos de defesa. Eles fizeram o deslocamento até a pista dentro dos Guaranis.

O Guarani faz parte da modernização da frota do Exército Brasileiro, que mantém a propriedade intelectual do blindado.

A parceria com a CNH começou em 2007 com o desenvolvimento do projeto industrial e se consolidou em 2013 quando foi inaugurada a fábrica em Sete Lagoas, a primeira voltada à produção de veículos de defesa da CNH Industrial fora da Europa. A fábrica tem 30 mil metros quadros, sendo 18 mil de área construída.

Blindado

O Guarani pesa 18 toneladas, tem capacidade para transportar até 11 pessoas, tração 6X6, transmissão automática e pode chegar a 110 quilômetros por hora.

Tem, ainda, função anfíbia, diferencial que foi conferido ao vivo pelos embaixadores e demais autoridades na pista de teste.

Apresenta uma série de inovações tecnológicas, como sistema automático de detecção e extinção de incêndio, baixas assinaturas térmicas e radar (o que dificulta sua localização pelos inimigos), entre outros.

Produção editorial: Revista M&T – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral