FECHAR
11 de junho de 2019
Voltar

TENDÊNCIAS

Centro de Distribuição de Peças da CNH Industrial atinge novas metas em sustentabilidade

Construído em conceito Green Building e certificação LEED Gold, unidade realiza o tratamento de 100% dos resíduos e é hoje “Aterro Zero”
Fonte: Assessoria de imprensa

A unidade de negócios CNH Industrial Aftermarket Solutions coração da logística de peças que atende toda a rede concessionária das marcas Case, Iveco, FPT Industrial e New Holland, continua traçando novos objetivos para se manter ainda mais sustentável.

Esse ano, a unidade atingiu a meta de “Aterro Zero”, ou seja, tratamento de 100% dos seus resíduos. Materiais como madeira, plástico, papelão, material orgânico, óleo, entre outros, são reciclados e, os não recicláveis são agora enviados para coprocessamento, extinguindo assim o envio para aterro.

O prédio, inaugurado em 2010, possui 66 mil m² e foi construído dentro dos modernos conceitos deGreen Building, que identificam a construção e o empreendimento como ambientalmente responsáveis.

Todo o material utilizado na construção tevea origem certificadaparagarantir que a obra não utilizasse elementos predatóriosà natureza.Por isso, o CD recebeu daUnited States Green Building Council (USGBC) – uma das mais conceituadas entidades certificadoras do mundo– acertificaçãoGreen Building.

Para Regina Barbosa, gerente de marketing Aftermarket Solutions da CNH Industrial para América do Sul, as a&ccedi...


A unidade de negócios CNH Industrial Aftermarket Solutions coração da logística de peças que atende toda a rede concessionária das marcas Case, Iveco, FPT Industrial e New Holland, continua traçando novos objetivos para se manter ainda mais sustentável.

Esse ano, a unidade atingiu a meta de “Aterro Zero”, ou seja, tratamento de 100% dos seus resíduos. Materiais como madeira, plástico, papelão, material orgânico, óleo, entre outros, são reciclados e, os não recicláveis são agora enviados para coprocessamento, extinguindo assim o envio para aterro.

O prédio, inaugurado em 2010, possui 66 mil m² e foi construído dentro dos modernos conceitos deGreen Building, que identificam a construção e o empreendimento como ambientalmente responsáveis.

Todo o material utilizado na construção tevea origem certificadaparagarantir que a obra não utilizasse elementos predatóriosà natureza.Por isso, o CD recebeu daUnited States Green Building Council (USGBC) – uma das mais conceituadas entidades certificadoras do mundo– acertificaçãoGreen Building.

Para Regina Barbosa, gerente de marketing Aftermarket Solutions da CNH Industrial para América do Sul, as ações de responsabilidade ambiental são essenciais para todo o grupo que tem a sustentabilidade como um dos pilares do negócio.

“Somos o primeiro Centro de Distribuição do setor na América Latina a receber a certificação LEED Gold, o mais importante selo internacional de meio ambiente para edificações sustentáveis e, agora, somos também Aterro Zero, outro importante título que reafirma o nosso compromisso e ações em benefício ao meio ambiente”, pontua a executiva ressaltando ainda que, na América Latina, apenas 44 empresas tem a certificação LEED Gold, sendo a CNH Industrial a única montadora.

Além das iniciativas voltadas para a estrutura, como: prédio verde, economia de energia elétrica e água, reciclagem, eficiência logística, tratamento de resíduos, entre outros, a unidade promove ações de conscientização aos colaboradores, visando agregar a responsabilidade ambiental não só na rotina de trabalho, mas também para a comunidade onde está inserida.

Outras ações

Na CNH Industrial, a atenção ao consumo de água é uma prioridade e a redução do uso desse recurso natural é decorrente de uma série de medidas, explica Regina.

Em 2008, a empresa adotou medidas para enfrentar o desperdício e implantou cinco unidades de tratamento da água: uma de água potável, uma de água de pintura, uma de efluente físico-químico, uma de esgoto biológico e uma de água de chuva.

A iniciativa gerou economia de 30% do recurso, melhorando significativamente a relação com o meio ambiente.

Na planta de Sorocaba é utilizada a metodologia WCM & WCL para tornar mais eficiente o descarte de efluentes industriais.

Houve aumento da capacidade de oxidação do efluente garantindo a qualidade do descartado, vários projetos de redução de efluentes descartados no corpo receptor “rios” foram realizados durante esses anos, o que gerou uma economia de 5.000 m³ de água por ano.

A empresa também possui projetos de redução nas emissões de carbono baseados na otimização do transporte, visando a melhoria da saturação das cargas transportadas e também relacionadas à reutilização e destinação correta de embalagens de papelão e madeira.

Além disso, realiza o monitoramento das frotas de veículos dos fornecedores, recomendando revisões e substituições de veículos com mais de cinco anos.

“Todos os veículos que entram nas unidades da CNH Industrial no Brasil, passam por inspeção dos índices de CO2, onde são consideradas cor da fumaça emitida pelos veículos, de acordo com padrões estabelecidos pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB).”, afirma.