FECHAR
FECHAR
29 de dezembro de 2014
Voltar
Manutenção

Vida útil plena e produtiva

Embora sejam equipamentos simples, alimentadores são aplicados em operações intensivas e sob condições severas, o que exige inspeções frequentes e cuidados com a operação

Destinados à alimentação e dosagem do fluxo em diversos estágios de plantas de britagem, os alimentadores são equipamentos que exigem vistorias regulares e cuidados operacionais básicos, porém essenciais. Isso porque esses equipamentos recebem impacto direto de pedras brutas e pesadas, além de geralmente trabalharem em regime ininterrupto. Por isso, os procedimentos de manutenção e operação são muito importantes para evitar paradas do alimentador. Tomando-se alguns cuidados básicos, é possível estender sua vida útil ao limite, que idealmente pode alcançar até 15 anos, em média.

No mercado nacional, existem atualmente três tipos básicos de alimentadores para mineração e britagem em geral: alimentadores de sapatas, alimentadores vibratórios e alimentadores de correia. Existem ainda outros tipos menos comuns e para aplicações específicas, que não serão mencionados neste texto.

SAPATAS

Mais robustos, os alimentadores de sapatas são basicamente constituídos por uma esteira metálica, feita de placas fundidas ou laminadas, parafusadas em duas correntes de esteira de trator. A esteira também é suportada por roletes de trator e um chassi estrutural, com ou sem trilhos de impacto, o que varia em cada tipo de aplicação.

Esses equipamentos são indicados principalmente para aplicações mais severas, onde haja impacto constante de material recebido de caminhões fora de estrada ou pás carregadeiras de grande porte. Grosso modo, essas máquinas são utilizadas em operações nas quais há exigência de alta disponibilidade, uma característica elementar na mineração, por exemplo, em que se trabalha em regime ininterrupto. Da mesma forma, nesse tipo de operação os materiais podem apresentar manuseio difícil, irregular ou abrasivo, o que também é bastante comum nessa atividade. Em pleno funcionamento, os alimentadores de sapatas podem atingir capacidades de 100 t/h a 10 mil t/h.

Para suportar as condições severas de trabalho, não é surpresa que esses equipamentos sejam robustos e duráveis, não somente para aguentar impactos e altíssimo peso, mas também para mitigar as paradas de manutenção. Quando avariados, aliás, esses alimentadores podem desacelerar (ou interromper) a operação de uma grande mina e, consequentemente, trazer enormes prejuízos. Por outro lado, como utilizam componentes de tratores selados e lubrificados “para toda a vida”, possuem poucos pontos de lubrificação e apresentam alta confiabilidade.