FECHAR
FECHAR
07 de julho de 2017
Voltar
Tecnologia

Superando barreiras

Lutando para abrir espaço no país, aplicativos de gestão da manutenção agilizam inspeções e reparos dos equipamentos, facilitando a resolução de problemas na frota

Na última década, a tecnologia avançou de forma vertiginosa em todas as áreas, passando a ser imprescindível para a competitividade das corporações também no segmento de máquinas pesadas. As novas vertentes tecnológicas vêm causando impactos profundos na economia, nos negócios e até mesmo no ambiente organizacional das empresas, fazendo com que todos tenham de se antecipar ao novo cenário industrial que se anuncia no horizonte.

Nesse sentido, um dos principais desafios em introduzir novas tecnologias no ambiente profissional é romper a barreira cultural para que as pessoas entendam e aceitem o novo, como explica o comunicador e administrador de empresas Max Gehringer. “Se estou acostumado com algo e alguém me propõe algo novo, começo logo a colocar defeito”, ele compara. “Essa é uma reação natural, pois não gostamos do que não entendemos.”

Segundo o apresentador, é preciso mostrar às pessoas que as novas tecnologias vieram para ficar, tentando convencê-las disso de forma clara e prática. Um bom exemplo são os aplicativos digitais, utilizados desde atividades de entretenimento e serviços básicos, passando pela organização e mobilidade em complexos fabris, até chegar à gestão de frotas de equipamentos móveis nos canteiros. Ou seja, no mundo atual já se tornaram praticamente onipresentes, mas ainda podem (e querem) ir além.

AGILIDADE

De fato, segundo o diretor de produto e inovação da Sigga Mobile Technologies, Gustavo Comanduci Zocrato, os aplicativos também são úteis no auxílio às rotinas de manutenção de equipamentos e controle de estoques. “Assim como não é mais possível viver sem o celular nas atividades domésticas diárias, o profissional também não consegue ficar sem ele no dia a dia das corporações”, diz ele. “Até por representar ganhos de produtividade, o uso de aplicativos já é uma realidade nas companhias.”

No caso da Sigga, a empresa oferece no país um aplicativo chamado Sigga Brizzo, específico para gestão de rotinas de manutenção e serviços em campo. O sistema, como destaca a empresa, agiliza reparos e inspeções de equipamentos por meio de uma interface intuitiva, facilitando o registro e a identificação de problemas na frota. “Com esse sistema, os ativos da empresa são cadastrados e as manutenções são planejadas e acompanhadas de perto”, detalha Warley Borges, presidente da Sigga, complementando que o app substitui os formulários em papel, agilizando o processo. “Além disso, os dados são recebidos e enviados diretamente do campo, sem que seja necessário retornar ao escritório.”