FECHAR
08 de junho de 2015
Voltar
Entrevista

"Só há espaço para quem oferece produtividade"

Desde 1995 na Atlas Copco Brasil, o gerente geral da divisão Construction Technique, Fernando Groba, tem uma trajetória profissional ligada à indústria, principalmente no setor de equipamentos de construção no Brasil. Quando ingressou no grupo, o executivo já trazia na bagagem uma experiência de oito anos de intensa atuação no mercado de locação de equipamentos como compressores, escavadeiras, perfuratrizes e soluções para desmonte de rochas.

Atualmente, essa expertise angariada no segmento tem contribuído para reforçar a atuação da fabricante sueca – que em 2015 completa 60 anos de atividades no Brasil –, em grande parte embasada na constante diversificação de soluções para atender à demanda do mercado de construção civil.

Em quase duas décadas na organização, o especialista já teve passagens de destaque pelas áreas de pós-vendas e gerência de negócios da unidade de energia portátil. Neste segmento, inclusive, Groba acompanhou mudanças importantes do mercado brasileiro, contribuindo para o fortalecimento do nicho de geradores e o desenvolvimento de equipes especializadas nesse tipo de equipamento.

Com formação técnica em mecânica pela Universidade São Judas e em marketing pela Universidade Anhembi Morumbi, Groba também possui MBA em gestão estratégica de negócios pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). E, nesta entrevista exclusiva à revista M&T, Groba mostra a sua visão privilegiada do mercado brasileiro de máquinas e equipamentos, detalhando como pretende conduzir suas equipes para atender à demanda do setor no presente e no futuro. Acompanhe.

M&T – Como ingressou no segmento de máquinas?

Fernando Groba – Na Atlas Copco, eu iniciei na área de pós-vendas de equipamentos para a indústria e construção civil. Antes, em meados de 1987, minha origem foi em locadoras de equipamentos, incluindo compressores, escavadeiras, perfuratrizes de rocha e serviços especializados em desmonte de rocha. A partir daí, comecei a atuar como fabricante e me alinhei aos planos da empresa, que incluem a diversificação de suas soluções para o mercado de construção civil.

M&T – Quais são os principais desafios como gerente geral?

Fernando Groba – A divisão Construction Technique nasceu da fusão de quatro linhas de negócios da empresa: energia portátil (englobando geradores de energia, torres de iluminação, compressores de ar portáteis e bombas submersíveis), equipamentos de demolição e concreto (como rompedores, martelos hidráulicos, tesouras hidráulicas, alisadoras e cortadoras de concreto), equipamentos para construção de estradas (basicamente os equipamentos Dynapac) e suporte e serviços. Nesse sentido, meu principal desafio é aumentar a sinergia entre essas soluções e levar ao mercado a percepção de que a Atlas Copco Construction Technique possui todas as soluções que precisa em construção civil.