FECHAR
FECHAR
11 de maio de 2015
Voltar
Empresa

Presença consolidada

De olho no mercado latino-americano, fabricante chinesa investe 120 milhões de reais para instalar primeira fábrica de equipamentos da Linha Amarela no Brasil

Fabricante chinesa de equipamentos pesados, a LiuGong inaugurou em março sua primeira fábrica no Brasil. Instalada em Mogi Guaçu (SP), a unidade conta com 26 mil m² de área total, sendo 6 mil m² de área construída. Os investimentos iniciais na operação chegam a 120 milhões.

Na nova instalação, a empresa espera produzir 1.500 unidades em três anos, incluindo equipamentos como retroescavadeiras, pás carregadeiras, escavadeiras, motoniveladoras e compactadores. A LiuGong tem planos de atingir o índice de 60% de nacionalização dos produtos já em meados de 2016. Porém, até por conta do momento instável da economia, o ritmo da produção tende a ter um início mais cauteloso.

Segundo Vander Freitas, diretor de operações da fabricante, a ideia é começar a produção com uma área mais reduzida, mas com espaço para expansão gradativa. “A fábrica vai começar com uma produção pequena de equipamentos, evitando a ociosidade dos produtos”, afirma. “Mas já para o próximo ano, queremos atingir a produção de 600 a 700 equipamentos.”

LOCALIZAÇÃO

A fábrica está situada na região administrativa de Campinas, que conta com modernos parques tecnológicos e, consequentemente, farta oferta de mão de obra qualificada. “A fábrica apresenta localização privilegiada, principalmente devido à proximidade com os principais centros industriais e comerciais do país”, comenta Márcio França, vice-governador e também secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do estado de São Paulo.

Para Yu Chuanfen, presidente mundial da LiuGong, situar a sede da empresa no estado de São Paulo tem uma importância bem mais pragmática. “O estado representa 30% do mercado brasileiro no setor de equipamentos de construção”, destaca o executivo. “É uma região estratégica e, assim sendo, nosso maior compromisso está focado no desenvolvimento sustentável no longo prazo.”

Mais que isso, conforme explica York Liang, vice-presidente da empresa para a América Latina, o Brasil representa 50% do mercado da LiuGong na América Latina, região que atualmente ocupa o segundo posto no volume de vendas da fabricante.  “Em nossos planos, o Brasil faz parte do grupo de seis países estratégicos de investimento global”, diz ele.

ASSISTÊNCIA

Quarta unidade fora da China, a fábrica em solo brasileiro também tem o intuito de reforçar o sistema de suporte pós-venda da empresa, superando com a presença local um dos pontos críticos da atuação de players chineses no mercado nacional. “Umas das vantagens oferecidas por nossos equipamentos é a utilização e disponibilização de peças de parceiros mundiais, como a Cummins, a ZF e outras marcas reconhecidas”, diz Liang.