FECHAR
FECHAR
25 de abril de 2011
Voltar
M&T - Peças e Serviços

O que o visitante vai encontrar na feira

Quatro meses antes da realização da feira M&T Peças e Serviços, a primeira do setor a ser organizada na América Latina, os expositores já começam a definir suas estratégias para seduzir os clientes. Veja, nestas duas páginas, os lançamentos previstos por

Com foco voltado ao suporte em manutenção e peças de reposição, oferecidos aos usuários de equipamentos, os expositores da M&T Peças e Serviços apostam na área de serviços como forma de fidelização do cliente. Os lançamentos a seguir são uma pequena demonstração do que os visitantes poderão conferir pessoalmente no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, entre os dias 10 e 13 de agosto de 2011.

Ciber lança serviços para suporte aos clientes

Com o foco voltado para o suporte às necessidades do cliente em serviços de manutenção e peças de reposição, a Ciber Equipamentos Rodoviários pretende aproveitar o evento para lançar uma série de ações de pós-vendas para todas as suas famílias de equipamentos. Uma delas será a campanha para revisão de diversos itens dos rolos compactadores da linha Hamm. “Nosso intuito é facilitar o acesso dos clientes a este serviço, proporcionando um alto desempenho para as máquinas”, afirma Adriano Correia, gerente de suporte ao produto da empresa.

 

Para ele, o evento “será uma oportunidade de mostrar aos visitantes toda a estrutura de suporte da empresa em serviços para os clientes, treinamentos e disponibilidade de peças originais”. E empresa, pertencente ao grupo alemão Wirtgen, atua no setor de máquinas para obras rodoviárias, que encontram aplicação em serviços de recuperação de estradas (fresadoras e recicladoras de asfalto), pavimentação (usinas de asfalto, vibroacabadoras e rolos compactadores) e mineração (britadores móveis).
Correia ressalta que tais equipamentos já formam um parque em operação no Brasil que, “não apenas justifica, mas exige uma estrutura de suporte por parte do fabricante.” Como exemplo, ele cita a expansão do segmento de recuperação de rodovias, que antes era limitado e passou a contar com um contingente maior de máquinas nos últimos anos. A Ciber também vai intensificar seu suporte em manutenção pró-ativa, por meio de uma parceria com uma empresa de análise de óleos, além de desenvolver um portal para acompanhamento dos equipamentos dos clientes.
Ecoplan apresenta nova linha de FPS
No rastro dos bons resultados colhidos em 2010, quando registrou a venda de cerca de 330 mil unidades de ferramentas de penetração do solo (FPS), a Metalúrgica Ecoplan lançará durante a M&T Peças e Serviços uma nova linha de produtos. Trata-se de uma nova família de ferramentas de penetração, com cerca de 20 modelos, para aplicação em equipamentos de até 60 t de peso operacional das mais diversas marcas, como Caterpillar, Hyundai e Doosan.
Segundo Roberto Cárdia de Oliveira, gerente de marketing da empresa, as peças foram desenvolvidas em formato flecha, de forma a proporcionar alta capacidade de penetração e melhor desempenho aos equipamentos. “Dessa forma, elas permitem melhor escavação em rocha e solos mais pesados, proporcionando maior fator de enchimento da caçamba.”
Ele atribui a forte demanda do mercado ao elevado número de obras de infraestrutura em execução no País. “O que está movimentando o consumo de FPS não são os projetos relacionados aos megaeventos esportivos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, mas as obras de barragens, hidrelétricas e outras listadas no PAC (Plano de Aceleração do Crescimento)”, diz o executivo.
Palmares cria divisão de pesquisa e desenvolvimento
A Palmares, tradicional fabricante de pinos e buchas para articulações de máquinas rodoviárias de médio e grande porte, quer aproveitar sua participação na feira para ampliar os contatos com clientes de outros países da América Latina. “Atualmente já exportamos para vários mercados da América do Sul e, além desses clientes, queremos receber também nossos demais clientes tradicionais”, diz Jefferson Luis Amorin, sócio-diretor da empresa.
Analisando o atual cenário, Amorin vislumbra um mercado bastante competitivo, inclusive com a atuação “de fabricantes cujos produtos têm padrões de qualidade menores e, em consequência, são mais baratos”. Segundo ele, a Palmares emprega matérias-primas certificadas pela usina, utilizando processos de usinagem modernos, máquinas do tipo CNC e retíficas de última geração. “Isso nos permite produzir peças dentro das tolerâncias dimensionais especificadas nos projetos das montadoras.”
Ainda segundo Amorin, as peças da Palmares são submetidas a tratamento térmico superficial com variação de temperatura por indução (pinos) e a forno com atmosfera controlada (buchas). “Todo o processo visa conferir ao produto a máxima qualidade possível dentro de padrões extremamente exigentes. ”Recentemente, a empresa criou uma divisão de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos. “O intuito é atender à grande demanda, principalmente decorrente da diversidade de equipamentos que estão sendo importados da Ásia.”
De talhas a carretas de perfuração
Atuando há mais de 35 anos no setor, a Air Service representa no mercado brasileiro a J.D. Neuhaus, que projeta e fabrica talhas pneumáticas utilizadas nos mais diversos processos de movimentação de cargas. Além desses equipamentos, a empresa promete apresentar na feira todas as suas linhas de produtos, como carretas pneumáticas e hidráulicas para perfuração de rochas, perfuratrizes pneumáticas leves, braços hidráulicos, rompedores de concreto e asfalto, motores pneumáticos e equipamentos para vazamento e tamponamento de alto-forno siderúrgico.
O destaque ficará por conta da carreta de perfuração hidráulica Fênix 70 JR, uma unidade de perfuração de rochas totalmente hidráulica, indicada para a execução de furos de 2,5 a 3,5 polegadas de diâmetro. Segundo Geraldo Pires, coordenador de vendas da empresa, o maior diferencial do equipamento “é sua alta produtividade, aliada a um baixo custo operacional”.
Robrasa mostra seu know how em rolamentos
De acordo com Renato Terra, do departamento de vendas da Robrasa Rolamentos Especiais, a expectativa da empresa em relação à feira é a melhor possível, com a prospecção de novos clientes nos quatro dias de evento. Para isto, seu estande contará com uma linha de rolamentos especiais de grande porte para aplicação em diversos segmentos.
Entre os diferenciais da Robrasa, o executivo destaca a assistência completa oferecida aos cliente na hora da substituição do rolamento. Na unidade industrial da empresa, situada em Diadema, na Grande São Paulo, ela fabrica atualmente os rolamentos da Rothe Erde com a mesma qualidade do original alemão. Em sua produção, a Robrasa emprega máquinas modernas e o mesmo know how da Rothe Erde, o que lhe permite oferecer aos clientes brasileiros um produto final com a mesma especificação técnica de seu similar alemão.