FECHAR
FECHAR
15 de agosto de 2019
Voltar
Asfalto

O pulmão da usina

A tecnologia dos filtros de mangas impacta diretamente na produtividade do equipamento, tanto em termos de manutenção como de partículas liberadas na atmosfera

Em uma usina de asfalto, os gases oriundos do processo de combustão transportam parte dos agregados finos que foram previamente dosados, gerando a necessidade de filtrar estes particulados para sua recuperação ao processo de mistura, além de evitar danos ao meio ambiente. Para tanto, as usinas apresentam os chamados filtros de mangas, cuja tecnologia impacta diretamente na produtividade do equipamento, tanto em termos de manutenção como de quantidade de partículas liberadas na atmosfera.

O fluxo dos gases gerados no queimador percorre todo o secador, passando pela tubulação de conexão de ar até chegar ao filtro. Na outra imagem, a caixa de filtro com as mangas, cujos tecidos retêm o pó e liberam os gases limpos

Estruturalmente, o filtro de mangas é constituído por elementos de filtragem (mangas) compostos por tecidos especiais resistentes às temperaturas de operação do equipamento, com formato normalmente cilíndrico e superfícies lisas ou plissadas. A Imagem 1 mostra o fluxo dos gases gerados no queimador percorrendo todo o secador, passando pela tubulação de conexão de ar até chegar ao filtro. Neste ponto, o pó fica retido nos tecidos das mangas, enquanto os gases limpos passam pelos tecidos dos filtros e são direcionados ao meio ambiente.

Nas Imagens 2 e 3, é possível verificar em detalhe a caixa de filtro com as mangas e uma visão interna dos filtros. No caso, são mangas plissadas que apresentam uma área de filtragem até nove vezes superior às mangas lisas. Estas mangas foram desenvolvidas com o intuito de obter uma grande área de filtragem em um espaço reduzido.

A capacidade de filtragem de uma usina pode ser mensurada por meio da divisão entre a área total de filtragem pela taxa máxima de produção do equipamento, sendo que esta capacidade também pode impactar na produtividade geral da usina. Uma usina iNOVA 2000, por exemplo, apresenta uma área total de filtragem de 1.091 m² e produção máxima de 200 t/h. Assim, a relação é de 5,5 m²/(t/h). Este número expressa que, para cada 1 t/h de produtividade da usina, há um pano de filtragem de 5,5 m².