FECHAR
FECHAR
05 de abril de 2012
Voltar
Mercado

Importados aumentam a participação nas vendas

Em 2011, a venda de modelos importados avançou no mercado brasileiro de equipamentos, atingindo a faixa de 29% do total consumido por construtoras e locadoras

Apesar desse avanço ser impulsionado pelos fabricantes asiáticos, alguns deles já com uma market share de dois dígitos em alguns segmentos de máquinas e regiões específicas, as importações não se restringem apenas a modelos chineses ou coreanos.

Os fabricantes de origem ocidental com fábricas no Brasil, como multinacionais europeias e norte-americanas, também contribuíram com o aumento das importações ao ampliar a linha de produtos oferecidos, muitos deles oriundos de outras unidades industriais no exterior.

No caso das escavadeiras hidráulicas, por exemplo, segmento em que o país conta com vários fabricantes com produção local, as importações totalizaram 2.873 unidades (46% do total consumido). Isso se deve à diversificação na demanda dos clientes, que além das tradicionais máquinas de 20 t, começaram a adquirir equipamentos maiores (até 60 t), geralmente importados.

 


Apesar desse avanço ser impulsionado pelos fabricantes asiáticos, alguns deles já com uma market share de dois dígitos em alguns segmentos de máquinas e regiões específicas, as importações não se restringem apenas a modelos chineses ou coreanos.

Os fabricantes de origem ocidental com fábricas no Brasil, como multinacionais europeias e norte-americanas, também contribuíram com o aumento das importações ao ampliar a linha de produtos oferecidos, muitos deles oriundos de outras unidades industriais no exterior.

No caso das escavadeiras hidráulicas, por exemplo, segmento em que o país conta com vários fabricantes com produção local, as importações totalizaram 2.873 unidades (46% do total consumido). Isso se deve à diversificação na demanda dos clientes, que além das tradicionais máquinas de 20 t, começaram a adquirir equipamentos maiores (até 60 t), geralmente importados.