FECHAR
FECHAR
Voltar

Painel

Revista M&T Edição 145 - 05/2011

Obras para a Copa do Mundo estimulam a reciclagem de entulhos

A reforma dos estádios de futebol que irão sediar os jogos da Copa do Mundo de 2014 vem estimulando a prática da reciclagem de resíduos da construção, ainda pouco adotada no Brasil. Somente em três projetos que estão em execução no momento, envolvendo a reforma dos estádios de Cuiabá (MT), Salvador (BA) e Belo Horizonte (MG), a Terex contabiliza o uso de britadores móveis para o processamento dos entulhos gerados pela demolição das estruturas. O equipamento, no caso, é o Powerscreen Metrotrak XA400S, que a empresa comercializa no país por meio da distribuidora Simplex.

Os equipamentos estão sendo mobilizados pela Detronic, contratada para a execução do serviço. “Um dos contratos foi programado para durar seis meses, mas concluímos a tarefa em apenas quatro devido à alta capacidade e desempenho desses britadores sobre esteiras”, afirma Ayres de Azevedo Barreto, executivo da construtora. Além dos ganhos de custo e de logística proporcionados pelo reaproveitamento do material demolido, ele cita outras vantagens da britagem no próprio canteiro de obras. Entre elas está a menor circulação de caminhões para destinação desse entulho para bota-fora, o que também implica impacto ambiental e custos.

Com a o lançamento da Política Nacional de Resíduos Sólidos, em vigor no Brasil desde o ano passado, o assunto vem sendo tratado de forma mais cuidadosa por parte de construtoras e empresas de demolição, que intensificaram suas ações voltadas ao reaproveitamento de entulhos. Com a utilização de britadores móveis no próprio canteiro, elas processam o material demolido e o reaproveitam como base para fundações, aterros e obras de rodovias.

 

30/05/2011