FECHAR
FECHAR
Voltar

Painel

Revista M&T Edição 125 - 01/2010

Nada contra os importados...

Se existe uma empresa brasileira que tem motivos para não se preocupar com o avanço dos importados no mercado de equipamentos para construção, especialmente os modelos oriundos da Ásia, esta empresa é a Cummins. Muitos modelos de máquinas importadas da China e da Coreia do Sul vêm equipados com motores da Cummins, o que garante um mercado de manutenção cativo para a empresa.

Em entrevista à revista M&T, o gerente de marketing Luiz Chain confirmou que muitas distribuidoras nomeadas por esses fabricantes procuraram a Cummins para estruturar a rede de manutenção no país. Nossa reportagem não conseguiu coletar a opinião da ZF (transmissão) e da Bosch Rexroth (sistemas hidráulicos), mas pelos mesmos motivos, as duas empresas têm razões de sobra para também comemorar a crescente participação das marcas importadas da Ásia no mercado brasileiro de equipamentos para construção.

Durante a M&T Expo 2009, a Cummins anunciou que já dispõe de tecnologia para atender as exigências das próximas etapas das normas internacionais de controle de emissão de poluentes em motores diesel (EPA Tier 4 e Euro Stage IIIB), que entram em vigor em 2011 nos países industrializados. Para isso, ela incorporou uma série de inovações a sua nova geração de motores, como um sistema de recirculação de gases de combustão e turbo com geometria variável, entre outras novidades.

29/04/2010