FECHAR
FECHAR
Voltar

Painel

Revista M&T Edição 149 - 09/2011

A aposta da Scania na área de serviços

Consciente de que a mobilização dos caminhões nos grandes canteiros de obras do país está condicionada a sua alta disponibilidade para a realização dos serviços, a Scania não para de investir em novas soluções para suporte aos clientes do segmento fora-de-estrada. “Fomos pioneiros no desenvolvimento dessa filosofia no mercado e, com o tempo, criamos pacotes de serviços que atendem a praticamente qualquer demanda de clientes cujas frotas operam sob severas condições de transporte”, afirma Humberto Tadeu Marin, gerente executivo de soluções de negócios da unidade de vendas e serviços.

Ele destaca que o suporte ao frotista sempre conta com a parceria dos concessionários da marca, que podem instalar filiais na operação do cliente para as ações preventivas e corretivas e até mesmo oferecer contratos de disponibilidade, nos quais a marca garante o desempenho do veículo mediante parâmetros de operação e manutenção. “Nos clientes desse segmento, que operam com modelos 6x4, 8x4 e 10x4, a área de pré-vendas já identifica as adaptações necessárias aos equipamentos e a estrutura de suporte demandada pelo cliente”, completa Marin.

Como exemplo, ele cita a construção da hidrelétrica de Santo Antônio, que mobiliza uma frota de cerca de 180 caminhões da marca, onde a concessionária local disponibiliza uma oficina no canteiro com estoque de peças, mecânicos e ferramental necessário para todos os serviços. Na implantação da Ferrovia Transnordestina, onde 150 caminhões Scania são mobilizados atualmente, Marin ressalta a disponibilização de oficinas móveis para os serviços de manutenção nas frentes de obras.

“Nesse negócio, o desempenho dos equipamentos é fundamental para o sucesso da operação e, por isso, o suporte em serviços já se tornou algo muito requisitado pelos clientes.” Marin ressalta que essa filosofia não se restringe apenas a mineradoras, onde os equipamentos trabalham sempre sob as mesmas condições de operação, mas também nos canteiros de obras, onde a variabilidade das situações é maior.

 

01/11/2011